A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mescla artes marciais, desporto, cultura popular, dança e música.

Criada no Brasil por descendentes de escravos africanos, caracteriza-se por golpes e movimentos ágeis e complexos por meio de chutes e socos, cabeçadas, joelhadas, cotoveladas e acrobacias no chão ou no ar. Portanto, a Capoeira é um combate defensivo e ofensivo em que os adversários usam os pés e a cabeça. As mãos são raramente usadas.

A música é o principal elemento característico que define o ritmo e o estilo. Os praticantes desta arte marcial aprendem não só a lutar e jogar, mas também a tocar instrumentos típicos e a cantar.

A Roda de Capoeira foi declarada Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO em novembro de 2014.

Capoeira: História

A prática dessa arte marcial teve origem no final do século XVI no Quilombo dos Palmares, que ficava na então Capital de Pernambuco. A palavra Capoeira denota claramente a sua origem, significando o que era floresta, pela junção dos termos kaa (floresta) e pûer (o que era), aludindo às áreas planas de floresta do interior do Brasil onde os indígenas praticavam a agricultura. .

A capoeira originou-se com refugiados da escravidão que usavam o mato para fugir dos capitães do mato. Estes teriam sido os primeiros capoeiristas. Anos depois, ainda na época colonial, os negros disfarçaram a capoeira introduzindo pantomina, dança e música para resistir à opressão da polícia imperial e da milícia republicana.

Até 1930, a capoeira era uma prática proibida no Brasil, até ser reconhecida como símbolo da identidade e da cultura popular brasileira.

Tipos de Capoeira

Os dois tipos de Capoeira são:

Angola – é o estilo originalmente praticado pelos escravos; é mais lento e consiste em movimentos furtivos executados de forma discreta. O componente desse estilo é a malícia, ou seja, simula movimentos que servem de isca para o adversário em batalha.
Regional – é um estilo contemporâneo, com atributos de outras artes marciais. Este estilo foi criado por Mestre Bimba e rapidamente se espalhou pelo mundo.

Capoeira: Exercício

Capoeiristas se alinham numa roda de capoeira e batem palmas ao ritmo do berimbau, uma corda que as mãos seguram os instrumentos feito de madeira, arame e cabaça de origem angolana, enquanto se canta música de capoeira para os dois praticantes. O objetivo principal é a queda, ou seja, derrubar o adversário sem ser atingido, de preferência com uma raspagem.

A partida termina ao comando do capoeira no berimbau, que geralmente é o mais experiente, ou com o início de uma nova luta entre uma nova dupla. Nos grupos de capoeira, a formatura é simulada pelas cores das cordas amarradas na cintura do jogador. Ginga é o movimento básico da Capoeira, mas chutes torcidos, raspagem, socos de mão, acrobacias, torções apoiadas na mão ou na cabeça e outros movimentos elásticos são comuns.

A capoeira como atividade física está sujeita a certas regras originais capoeira para todos, a cultura das artes marciais brasileiras e voltada para a competição.
Embora a capacidade física seja o fator determinante para o resultado da prática desportiva, existem outros fatores igualmente determinantes, como: B. a destreza mental ou mesmo o equipamento de Capoeira. O desporto da Capoeira, além da sua competição, é uma forma de entretenimento para praticantes e espetadores e é o veículo de promoção sociocultural.

A capoeira como educação diz respeito essencialmente ao processo de ensinar e aprender a capoeira.

De forma ampla, podemos definir a Capoeira como o meio fundamental pelo qual os hábitos, costumes, comportamentos e valores de uma sociedade são transmitidos de geração em geração, conforme o progresso da comunidade na totalidade.

Em geral, a Capoeira na totalidade inclui a aplicação de métodos de ensino que visam garantir a criação e o desenvolvimento pessoal e profissional de um indivíduo específico.

4.5 / 5. Votos: 11

No votes so far! Be the first to rate this post.

Artigo AnteriorAndebol – História
Artigo SeguinteHistória do Kung Fu